Richard Robert Ernst

Richard Robert Ernst (Winterthur, 14 de agosto de 1933 - 4 de junho de 2021) foi um químico físico suíço. Foi distinguido com o Nobel de Química em 1991, devido aos seus contributos para o desenvolvimento de uma metodologia da espectroscopia de ressonância magnética nuclear de alta resolução.[1] Estes desenvolvimentos permitiram avanços na área da química através do desenvolvimento da espectroscopia de ressonância magnética nuclear (RMN) e na medicina com o desenvolvimento da imagem por ressonância magnética.

Richard Robert Ernst
Nascimento 14 de agosto de 1933
Winterthur
Morte 4 de junho de 2021 (87 anos)
Winterthur
Nacionalidade suíço
Prêmios Prêmio Marcel Benoist (1985), Prêmio Louisa Gross Horwitz (1991), Prêmio Wolf de Química (1991), Nobel de Química (1991)
Instituições ETH de Zurique
Campo(s) química, espectroscopia por RMN

CarreiraEditar

Ernst foi contratado pela Varian Associates em 1963 onde desenvolveu diversos métodos, sendo o mais relevante a espectroscopia de RMN por transformada de Fourier. Em 1968, Ernst regressou ao ETH de Zurique onde se tornou professor. Em 1970 foi promovido a professor assistente e em 1972 a professor associado. Em 1976, foi promovido a professor catedrático de química física no ETH de Zurique.

Liderou um grupo de investigação na área da espectroscopia de RMN e foi diretor do laboratório de química física no ETH de Zurique. Durante a sua carreira desenvolveu o RMN bidimensional e diversas sequência de impulsos. Este também envolvido no desenvolvimento da imagem médica por ressonância magnética, e na determinação estrutural de biopolímeros em solução, em colaboração com o professor Kurt Wüthrich. Ernst reformou-se em 1998.[2]

Juventude e educaçãoEditar

Ernst nasceu em 1933 em Winterthur na Suíça, filho de Robert Ernst e Irma Brunner. Durante a sua infância, Erns interessou-se pela música e o violoncelo, e chegou a considerar tornar-se compositor musical. Aos 13 anos, Ernst encontrou uma caixa, do seu falecido tio, que continha produtos químicos, usados por Ernst para conduzir algumas experiências que resultaram no seu interesse na química.[3] Matriculou-se no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique em 1957 como "Diplomierter Ingenieur Chemiker".[4] Ernst obteve o seu doutoramento em 1962 no mesmo instituto, após um pausa para completar o serviço militar obrigatório. A sua dissertação foi na área da química física e da espectroscopia de RMN.[5]

Prémios e distinçõesEditar

Enrst foi membro da Academia das Ciências da Estônia, da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, da Royal Society (eleito em 1993), da Academia Leopoldina, da Academia de Ciências da Rússia, da Academia da Ciência e Tecnologia da Coreia e da Academia da Ciência do Bangladesh.[6]

Recebeu o Prêmio Marcel Benoist de 1985, o Prêmio Wolf de Química de 1991, o Prêmio Louisa Gross Horwitz de 1991 e o Prêmio Nobel de Química de 1991.[6]

MorteEditar

Ernst morreu em 4 de junho de 2021, aos 87 anos de idade, em Winterthur.[7]

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 10 de agosto de 2018 
  2. «Prof. Dr. Richard R. Ernst». Consultado em 8 de junho de 2021 
  3. «Insights from Notable Scientists», ISBN 978-0-429-10525-8, CRC Press, Scientific Research as a Career, pp. 95–114, 22 de junho de 2011, doi:10.1201/b11013-11, consultado em 29 de março de 2021 
  4. «Autobiography of Richard R. Ernst» (PDF). Consultado em 8 de junho de 2021 
  5. Ernst, Richard R. (1962). Kernresonanz-Spektroskopie mit stochastischen Hochfrequenzfeldern (Tese de PhD). Instituto Federal de Tecnologia de Zurique. doi:10.3929/ethz-a-000091764 
  6. a b «Ernst, Richard, Prof. Dr.». Consultado em 8 de junho de 2021 
  7. «Richard R. Ernst, père de l'IRM et Prix Nobel suisse 1991, est décédé». Le Temps (em francês). 8 de junho de 2021. Consultado em 8 de junho de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Richard Robert Ernst

Precedido por
Duilio Arigoni e Alan Battersby
Prêmio Wolf de Química
1991
com Alexander Pines
Sucedido por
John Pople
Precedido por
Elias James Corey
Nobel de Química
1991
Sucedido por
Rudolph Arthur Marcus